ASSEMBLEIAS CAMPANHA SALARIAL 2016/2017

E-mail Imprimir PDF

 

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

E-mail Imprimir PDF

 

NOTA DE REPÚDIO

E-mail Imprimir PDF

 

Os sindicatos dos trabalhadores da área de saúde: Sindicato dos Odontologistas do Estado da Bahia- SOEBA, Sindicato dos/as Psicólogos/as no Estado da Bahia - SINPSI-BA, Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia - SEEB, Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Estado da Bahia - SINFITO-BA, Sindicato dos Farmacêuticos do Estado da Bahia - SINDIFARMA e o Sindicato dos Nutricionistas do Estado da Bahia - SINDNUT, vem publicamente, formalizar veemente repúdio à forma agressiva como os Servidores Municipais de Salvador foram tratados no dia 29/03/2016, na inauguração da estação da Lapa.

Os Servidores Municipais participaram da assembléia na SEMGE as 07h00min e depois se manifestaram de forma pacífica na Lapa, onde lamentavelmente foram recebidos de maneira desrespeitosa e preconceituosa - bloqueio de carros pretos impedindo-os de entrar no local, alguns foram agredidos com spray de pimenta no rosto, todos ameaçados de corte de salários e intitulados de "viúvas do PT" pelo gestor do executivo municipal de Salvador.

Reiteramos que os Servidores Municipais que aderiram à greve da Prefeitura Municipal de  Salvador não o fizeram por vinculação a nenhum partido político - estes profissionais aderiram a greve objetivando requerer recomposição de perdas inflacionárias do período 2014-2016, cumprimento do acordo da campanha salarial do ano de 2015, ainda não cumprido na sua íntegra, celeridade e equidade no pagamento da insalubridade, comprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimento (PCCV) da Saúde e dos Servidores , celeridade no recebimento de  auxilio periferia, segurança nas unidades de saúde e melhores condições e relações de trabalho.

Esperamos providências imediatas pelos órgãos responsáveis em garantir os direitos humanos e de greve dos Servidores Municipais e reafirmamos nosso compromisso e solidariedade, nos colocando à disposição de todos na sua luta por melhores dias enquanto trabalhadores que fazem as políticas publicas acontecerem e a coisa pública andar.

 

PUBLICAÇÕES

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner